Maioria dos consumidores valoriza mais as imagens do e-commerce.

Pesquisa: 82.5% dos consumidores dão mais atenção às imagens do e-commerce depois da pandemia.

É o que revela pesquisa da Fotopontocom sobre os impactos da imagem durante o período mais transformador vivido pelo setor na última década.

A imagem passou a valer mais no e-commerce no último ano, segundo uma pesquisa da produtora de imagens para o e-commerce, Fotopontocom, realizada com 44 consumidores online entre abril e maio deste ano. Segundo o levantamento, 82.5% dos respondentes começaram a olhar as fotos e os vídeos dos produtos que compram na internet com mais atenção após o início da pandemia. Quando questionadas sobre a importância das imagens para a sua decisão de compra, 68% das pessoas classificaram como extremamente importante e 32% como importante. 

Um sinal de alerta para as empresas que atuam no ambiente digital e ainda não priorizaram este ponto crítico da cadeia do comércio eletrônico. Quase todos os entrevistados disseram que já desistiram de fechar um pedido online porque as imagens do produto eram de má-qualidade (97,5%). “Um material mal produzido impacta na confiança do consumidor com a marca. A home page do site deve funcionar como a vitrine de uma loja física e a página do produto, por sua vez, é onde o comprador vai mergulhar na experiência sensorial, conferindo os detalhes e o acabamento daquele item. Quando essa jornada é bem construída, leva à conversão”, explica Carolina Soares, Co-Fundadora da Fotopontocom.

Como alcançar essa fórmula, é o grande desafio. Um problema ainda maior para os varejistas que precisaram se digitalizar rapidamente para manter a operação de pé durante o fechamento das lojas físicas. Para quem está buscando respostas para montar a sua estratégia, a pesquisa gerou alguns insights relevantes. Em primeiro lugar, a maioria dos respondentes afirmou que a loja virtual deveria disponibilizar quatro ou mais fotos para ajudar o comprador. Em relação à composição da imagem, os entrevistados revelaram que preferem ver o item em fundo branco nas lojas virtuais (53.8%) e em um cenário, quando estão nas redes sociais (47.3%). Ao destacar-se o segmento de Moda, Calçados e Acessórios, a maioria escolheu como favorita a imagem da peça usada por um modelo, tanto no e-commerce (68.4%), quanto nos perfis da marca (60.5%).

Outros formatos também são bem-vindos, de acordo com os dados do levantamento. Quase todos os compradores disseram que vídeos sobre o produto ajudam na sua decisão por fechar o pedido (89.4%). O mesmo vale para os infográficos, ainda pouco explorados pelos lojistas (75.6%). E quem achava que o texto poderia ser negligenciado nesse conjunto estava enganado: 70.2% das pessoas declararam ler atentamente toda a descrição do produto antes de comprar. “Esse tipo de material pode parecer um complemento à fotografia, mas, na verdade, cumpre de forma bem eficiente o papel de mostrar as qualidades, vantagens e diferenciais do produto diante dos competidores”, pontua Soares.

Em relação aos segmentos, os consumidores destacaram que as imagens tornam-se ainda mais importantes ao comprarem itens de Moda, Calçados e Acessórios (97.3%), Móveis e Decoração (81%), Cama, Mesa e Banho (67.5%), Saúde e Beleza (59.4%) e Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (48.6%). Após a venda, o material visual continua a impactar a percepção e o custo atrelado à operação do e-commerce. Quase 60% dos entrevistados confessaram que já devolveram uma mercadoria que não correspondia às fotos da loja virtual (59.4%). “Cada elemento da cadeia está interligado. No caso da imagem, o reflexo vai desde a percepção da marca, passando pela venda e pela logística e influenciando, inclusive, a fidelização do cliente final”, completa a executiva.


Como ser criativo no Dia dos Pais comprando online

Confira as dicas para se inspirar e fazer diferente neste domingo!

O tradicional presente do dia dos pais, por muito tempo, alternou entre camisas, perfumes e sapatos, mas com a diversificação dos serviços digitais e da oferta de produtos online, o ato de presentear pode ficar mais simples e divertido neste ano. Das lojas online, aos marketplaces de produtos e serviços, não faltam opções criativas e que cabem em todos os bolsos para os filhos abusarem da criatividade. Confira algumas dicas para sair do piloto automático e fazer da data, comemorada neste domingo (8), mais um momento a ser lembrado.

Nova rotina

As relações dos trabalhadores com suas empresas mudaram para milhões de brasileiros, em decorrência da pandemia. Muitos profissionais passaram a trabalhar em casa, o que levou as marcas a investirem em itens que aumentam o conforto no “home office”. Estamos falando de roupas e calçados, como pijamas, sandálias, meias ou pantufas confortáveis, mas também de móveis, como cadeiras e mesas, apropriadas para longas jornadas de trabalho, e eletrônicos, como computadores, monitores e webcams, principalmente para quem trabalha por conta própria.

Como alternativa mais acessível, os filhos podem usar a imaginação e montar um kit especial, com itens que seu pai utiliza com frequência. Vale desde caneca, garrafinha de água, fone de ouvido, canetas e agenda, por exemplo. “Muitas lojas online oferecem a customização do produto de acordo com o estilo do presenteado, que ainda lembrará do filho ao usar aquele item. Uma dica é visitar também as redes sociais da marca para conhecer melhor as possibilidades antes de escolher”, explica Carolina Soares, Co-Fundadora da Fotopontocom, produtora de imagem para e-commerce.

Cuidado pessoal

O último ano também despertou o senso de autocuidado, estimulando a criação de rotinas de tratamento e relaxamento. Quem costuma presentear o pai com aquele perfume, pode considerar uma nova abordagem. Será que ele não gostaria de um pacote completo,  com loção para a barba, um sabonete especial ou um tônico para o cabelo? A sugestão é avaliar o que seu pai precisa, espera ou se interessa, mas nunca teve a chance de experimentar. Quem sabe, esta é uma oportunidade para surpreendê-lo! 

Nesse sentido, o e-commerce também oferece a chance de proporcionar experiências únicas, como criar um spa em casa para os pais. Farmácias, lojas cosméticos, beleza e perfumarias online possuem todos os itens necessários, de hidratantes a escalda-pés, com preços variados para filhos e pais curtirem o dia usufruindo de um descanso merecido.

Memória afetiva

Pais e filhos, normalmente, têm muitas histórias para recordar e elas podem ser uma boa fonte de inspiração para o presente de dia dos pais! Dos livros aos vinis, o e-commerce é o melhor canal para encontrar itens raros e que marcaram uma época, sejam em novas edições ou nas originais em segunda-mão, muitas vezes, em excelente estado. “Outra forma de eternizar os melhores momentos em família é através das imagens. Muitos e-commerces dão uma roupagem completamente diferente ao bom e velho porta-retrato, com molduras modernas e até mesmo digitais, atendendo aos estilos e orçamentos mais variados”, pontua Soares.

Conquiste pelo paladar

O isolamento intensificou as emoções e, para muitas famílias, o almoço de dia dos pais ainda será à distância. Por isso, a dica aqui é investir em uma surpresa que agrade o paladar e resgate a alegria do reencontro. Desde cestas de café da manhã até vinhos, vale tudo para garantir a comemoração. “Nesse momento, os aplicativos de entrega são um ótimo recurso, mas muitas lojas virtuais também adaptaram seus sistemas de logística e já oferecem delivery com um dia útil ou no mesmo dia, dependendo do horário do fechamento do pedido. É sempre importante estar atento aos prazos de entrega e políticas de devolução para ter certeza de que o presente estará em mãos em tempo e possa ser trocado pelo presenteado se houver necessidade”, finaliza a executiva.